Antihipertensor mostra-se eficaz contra esclerose múltipla

Estudo publicado na “PNAS”

20 agosto 2009
  |  Partilhar:

Um fármaco antihipertensor mostrou-se eficaz no tratamento da esclerose múltipla, revela um estudo realizado em ratos por uma equipa da Stanford University, na Califórnia, EUA.

 

O estudo, publicado na revista “Proceedings of the National Academy of Sciences” (PNAS), refere que os ratos (geneticamente manipulados para apresentarem esclerose múltipla) a que foi administrado o fármaco lisinopril produziram uma grande quantidade de células imunitárias denominadas “linfócitos T”.

 

Essas células impedem que as doenças auto-imunes ataquem o organismo.

 

A equipa liderada por Lawrence Steinman verificou que os ratos tratados com o fármaco não manifestaram sintomas de doença ou, aqueles que estavam paralisados, readquiriram rapidamente a capacidade de andar.

 

Os resultados desta investigação são promissores e, segundo os investigadores, sugerem que o lisinopril possa ter o mesmo efeito em pessoas com esclerose múltipla ou que sofram de outras doenças auto-imunes.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.