Antigos directores do Hospital da Estefânia sob investigação

Inspecção-Geral da Saúde instaurou oito processos

19 novembro 2003
  |  Partilhar:

A (IGS) instaurou oito processos disciplinares a antigos directores do Hospital Dona Estefânia por gestão danosa relacionada com a falta de um sistema de cobrança de dívidas que entretanto foi instalado, indicou terça-feira fonte hospitalar.Segundo o presidente do Conselho de Administração daquele hospital pediátrico, Luís Nunes, quando, em 2000, o relatório da IGS chegou à administração do Dona Estefânia, dando conta das irregularidades, já o hospital tinha accionado um serviço de contencioso apto a cobrar as dívidas.Luís Nunes falava à Lusa a propósito da notícia publicada na terça-feira no Diário de Notícias dando conta de um «megaprocesso» nesta unidade de saúde pediátrica que conduziu à instauração de oito processos disciplinares a elementos da direcção do Hospital Dona Estefânia por suspeita de «gestão danosa de dinheiros públicos».Os processos disciplinares foram instalados pela IGS, em Setembro deste ano, a quatro médicos - que na altura exerciam funções de directores e directores-clínicos - três administradores delegados e uma enfermeira-directora. Segundo Luís Nunes, apenas um permanece no hospital. Os resultados desta inspecção foram entretanto comunicados ao Ministério Público e ao Tribunal de Contas.Fonte: Lusa

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.