Antidepressivos podem melhorar a saúde cardíaca

Estudo apresentado na American Physiological Society

06 maio 2010
  |  Partilhar:

Os inibidores selectivos da recaptação da serotonina (ISRS), uma classe de antidepressivos frequentemente prescrita pelos médicos, podem ajudar a proteger a saúde cardiovascular ao desacelerar a agregação plaquetária, reduzindo assim o risco de endurecimento das artérias e formação de coágulos.

 

O estudo norte-americano foi apresentado na reunião anual da American Physiological Society.

 

A investigação comparou 25 indivíduos com depressão, tratados com ISRS, com 25 pessoas saudáveis que não tomavam antidepressivos. Os autores analisaram amostras sanguíneas colhidas no início, às quatro e às oito semanas do estudo.

 

Os resultados mostram que, às quatro semanas, a taxa de agregação plaquetária era de 95% nos voluntários saudáveis e de 37% nos indivíduos tratados com ISRS. No entanto, os investigadores verificaram que a taxa de agregação aumentou, às oito semanas, comparativamente às quatro, o que sugere que os ISRS têm um pico de efeito sobre as plaquetas no início do tratamento.

 

Nas próximas fases do estudo, os cientistas pretendem analisar as amostras recolhidas após as 12 semanas de medicação e realizar um estudo com uma marca diferente de SSRI. “Há provas claras de que os pacientes deprimidos correm um maior risco de desenvolver doença cardiovascular e queremos eliminar esse problema de saúde. Se a depressão for tratada com um SSRI, talvez o risco de doença cardiovascular possa ser reduzido. Queremos que os nossos pacientes vivam mais e mais felizes, sem depressão ou problemas cardíacos”, declarou, em comunicado enviado à imprensa, o líder da investigação, Evangelos Litinas, da Loyola University Medical Center, nos EUA.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.
 

 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.