Antidepressivos devem ter aviso sobre risco acrescido de Suicídio em jovens-adultos

Recomendação da FDA

03 maio 2007
  |  Partilhar:

 

A Food and Drug Administration (FDA) dos EUA pediu esta semana aos laboratórios responsáveis pelo fabrico de antidepressivos que assinalassem nas embalagens dos medicamentos os acrescidos riscos de comportamentos e pensamentos suicidas, para os jovens-adultos que iniciam um tratamento.
 

 

Segundo a FDA, as bulas nas caixas de medicamentos devem incluir o aviso de "risco acrescido para os jovens-adultos com idades entre os 18 e os 24 anos durante o tratamento inicial", administrado geralmente no primeiro ou dois primeiros meses.
 

 

As bulas devem também indicar que "os dados científicos não mostraram um risco acrescido para os adultos com mais de 24 anos, e que os adultos com 65 anos ou mais têm um risco reduzido de pensamentos ou comportamentos suicidas", acrescenta a FDA em comunicado.
 

 

A FDA pede ainda que os avisos insistam no facto da "Depressão e outras perturbações psiquiátricas graves serem elas mesmas as maiores causas de Suicídio". Até hoje, os avisos constantes nas caixas de medicamentos de antidepressivos, apenas referiam crianças e adolescentes.
 

 

Fonte: Público
 

MNI- Médicos Na Internet
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.