Antidepressivo pode ajudar a aumentar defesas do sistema imunitário

Estudo apresentado na revista “Biological Psychiatry”

12 maio 2008
  |  Partilhar:

Os antidepressivos podem ajudar o sistema imunitário a lutar contra doenças graves, como cancro e sida, sugere um estudo publicado na revista especializada “Biological Psychiatry”.
 

O estudo foi conduzido por investigadores da University of Pennsylvania, na Filadélfia, nos EUA.
 

 

Esta investigação, liderada por Dwight Evans, foi motivada por estudos anteriores, os quais concluíram que o stress e a depressão podem acelerar a progressão e complicações em doentes oncológicos e seropositivos.
 

Para testar a hipótese de que os antidepressivos podem ajudar no combate a essas doenças, os especialistas recrutaram um grupo de mulheres infectadas com o vírus HIV. Nem todas apresentavam um quadro depressivo.
 

 

As voluntárias foram tratadas com fármacos contra a depressão e o stress. Dois deles, o citaloprama e a antagonista de substância P CP - 96345, revelaram-se eficazes ao aumentarem a actividade das células do sistema imunitário. Em conclusão, Dwight Evans, referiu que o estudo fornece novas provas de que “as funções das células de defesa podem ser ampliadas sob o efeito de inibidores específicos da reabsorção da serotonina em pacientes depressivos e não-depressivos”.
 

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.