Anticorpo experimental revela-se promissor na luta contra o VIH

Resultados publicados no “Nature”

13 abril 2015
  |  Partilhar:
Cientistas da Universidade de Rockefeller, em Nova Iorque, EUA, conseguiram reduzir significativamente os níveis de VIH em indivíduos infetados durante cerca de 28 dias, utilizando uma única infusão de um anticorpo experimental denominado 3BNC117 na primeira fase de um ensaio clínico.
 
O 3BNC117 tinha já demonstrado a sua eficácia em neutralizar várias estirpes de VIH em testes realizados em laboratório, protegendo tanto ratinhos humanizados como símios da infeção por VIH.
 
De forma a validar a segurança e potencial eficácia deste produto experimental em humanos, a equipa de investigadores realizou um ensaio clínico com 29 voluntários, composto por 17 indivíduos VIH positivos e 12 indivíduos VIH negativos. 
 
Todos os participantes receberam uma única dose intravenosa do 3BNC117 de 1, 3, 10 ou 30 miligramas. Em todos os casos, o anticorpo experimental foi bem tolerado.
 
Entre os voluntários infetados com VIH, o maior efeito registado do 3BNC117 ocorreu naqueles que tinham recebido a maior dose, resultando numa diminuição rápida e significativa da carga viral. 
 
A resistência do VIH ao 3BNC117 foi variável, embora alguns indivíduos se tivessem mantido sensíveis ao anticorpo durante 28 dias.
 
Tendo por base os achados deste estudo, os autores concluem que o 3BNC117 é seguro para o uso em humanos e pode ter um efeito considerável no controlo do VIH, devendo, portanto, a possibilidade de utilizar este produto para a prevenção e tratamento do VIH ser explorada em maior profundidade.
 
No futuro, os investigadores esperam que este anticorpo experimental possa ser utilizado para ajudar a erradicar o VIH de reservatórios latentes presentes no organismo de um indivíduo infetado.
 
ALERT Life Sciences Computing, S.A.
Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.