Antibióticos podem acelerar risco de desenvolver cancro da mama…

…mas as mulheres não devem interromper medicação

18 fevereiro 2004
  |  Partilhar:

Um estudo sugere que os antibióticos podem aumentar o risco de desenvolver cancro da mama, mas os resultados levam os investigadores a defender que as mulheres não interrompam a medicação. «É muito prematuro as pessoas deixarem de tomar antibióticos quando precisam», afirmou Christine Velicer, principal responsável pelo estudo.O estudo, cujos resultados foram divulgados no Jornal da Associação Médica Americana, envolveram 2.266 mulheres com 20 ou mais anos que tinham desenvolvido cancro da mama e que foram comparadas com outras 7.953 em que tal não sucedeu.As mulheres que tomavam antibióticos durante pelo menos 501 dias seguidos viam duplicado o risco de desenvolver cancro da mama ao longo de 17 anos, por comparação com mulheres que não tomavam aqueles medicamentos, de acordo com os resultados da investigação.Fonte: Lusa

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.