Antibióticos aumentam risco de eczema

Estudo publicado no “British Journal of Dermatology”

09 julho 2013
  |  Partilhar:

A toma de antibióticos na infância aumenta o risco de desenvolvimento de eczema, dá conta um estudo publicado no “British Journal of Dermatology”.
 

Para o estudo os investigadores do King's College London e da Universidade de Nottingham, no Reino Unido, analisaram 20 estudos que envolviam a participação de crianças e adultos até aos 25 anos de idade. Nestes trabalhos foi analisado qual o efeito que a exposição aos antibióticos, antes do nascimento e até ao primeiro ano de idade, tinha no desenvolvimento de eczema.
 

O estudo apurou que a toma de antibióticos durante gravidez não afetava o posterior desenvolvimento de eczema. No entanto, a toma deste tipo de fármacos no primeiro ano de vida aumentava em 40% o desenvolvimento deste tipo de problema dermatológico.
 

De acordo com uma das autoras do estudo, Teresa Tsakok, esta associação poderá ser explicada pelo facto da exposição ao antibióticos de largo espectro alterar a microflora intestinal, que por sua vez afeta o sistema imunitário em maturação, promovendo o desenvolvimento de doença alérgica.
 

"Uma melhor compreensão da complexa relação entre a toma de antibióticos e doença alérgica é uma prioridade para os clínicos e formuladores de políticas de saúde. A determinação da verdadeira associação entre o uso de antibióticos e o eczema teria implicações clínicas e de saúde pública de grande envergadura”, conclui o líder do estudo, Carsten Flohr.
 

Segundo Nina Goad, da British Association of Dermatologists, “os estudos ainda não são conclusivos e os investigadores não estão a aconselhar os pais a não darem antibióticos aos seus filhos, caso estes tenham sido prescritos pelos médicos, mas estudos como este fornecem mais informações sobre as possíveis causas evitáveis e podem ajudar a orientar a prática médica".
 

O eczema é uma doença inflamatória crónica da pele, descrita como uma inflamação persistente da epiderme. O eczema atópico é a forma mais comum da doença e afeta principalmente crianças, mas pode se manifestar mais tarde na vida ou mesmo desenvolver-se na idade adulta. Cerca de 80% dos casos de eczema atópico desenvolve-se por volta dos 5 anos de idade, mas muitos ocorrem ao ano de idade.
 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.