Antibiótico usado em animais mata células estaminais cancerosas

Estudo publicado na revista “Cell”

19 agosto 2009
  |  Partilhar:

Um antibiótico usado para tratar infecções intestinais em aves e no gado mostrou-se eficaz ao matar células estaminais cancerosas em ratos, revela um estudo realizado pelo Broad Institute, de Boston, EUA.

 

No estudo, liderado por Eric Lander e publicado na revista “Cell”, foi realizada uma análise de larga escala a milhares de compostos químicos, aplicando métodos automáticos, para encontrar os que possuíssem maior actividade contra células estaminais do cancro da mama.

 

Foram testados 16 mil compostos químicos. De um grupo de 30 compostos mais promissores, os cientistas identificaram a salinomicina, que, segundo o estudo, apresentou uma acção anti-tumoral surpreendente. A salinomicina matou não apenas as células estaminais criadas em laboratório, mas também as naturais.

 

Comparada com um medicamento quimioterápico comum prescrito para casos de cancro da mama, conhecido como paclitaxel, a salinomicina reduziu o número de células estaminais cancerosas cem vezes mais. A substância também diminuiu o crescimento de tumores da mama em ratos.

 

No artigo publicado na revista “Cell”, os investigadores afirmam que esta descoberta é um marco na história da ciência, mas acrescentam ser ainda muito cedo para saber quando é que um novo fármaco estará disponível no mercado.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.