Antibiótico para acne reduz infecções em pacientes em diálise

Estudo publicado no “Journal of the American Society of Nephrology"

21 setembro 2011
  |  Partilhar:

Um novo estudo clínico demonstrou que o uso de um antibiótico específico, que não é normalmente usado para tratar infecções graves, pode ser uma forma de prevenir as infecções bacterianas em pacientes em diálise. O estudo, que envolveu 200 pacientes, foi liderado por Rodrigo Peixoto Campos, da Universidade Pontifícia Católica do Paraná (Curitiba, Brasil) e foi recentemente publicado no “Journal of the American Society of Nephrology " (JASN).

 

Os antibióticos, regra geral, podem proteger contra infecções bacterianas graves em pacientes com doença renal que utilizam cateteres nos tratamentos de diálise. No entanto, se os antibióticos são usados com muita frequência, pode haver multi-resistência aos fármacos.

 

Nos tratamentos de diálise, o cateter está "fechado" para prevenir a formação de coágulos sanguíneos no dispositivo. O bloqueio é feito geralmente por injecção do anticoagulante heparina no cateter. Neste estudo, os cientistas compararam o uso de heparina com uma solução composta pelo antibiótico minociclina e o químico EDTA (ácido etilenodiaminotetracético). A minociclina é habitualmente usada para tratar a acne e o EDTA para reforçar a acção dos antibióticos, combater infecções causadas por fungos e prevenir coágulos sanguíneos. Metade dos pacientes no estudo tinha os cateteres bloqueados com esta combinação e a outra metade apenas com heparina.

 

Entre as principais conclusões do estudo, os cientistas descobriram que os pacientes tinham menos probabilidade de ter uma infecção bacteriana com minociclina e EDTA, em comparação com a heparina.

 

Durante um período de 90 dias, desenvolveram infecções bacterianas nos cateteres de 19 pacientes do grupo da heparina, em comparação com apenas cinco infecções entre os pacientes do grupo minociclina e EDTA.

 

Em comunicado de imprensa, o líder da investigação refere que "quando uma clínica de diálise não consegue taxas mais baixas de infecções bacterianas através de protocolos de rotina de cuidados do cateter, o uso de uma solução de minociclina e EDTA poderia reduzir esta complicação importante, sem receio de desenvolver resistência bacteriana aos antibióticos sistémicos. "

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Classificações: 1 Média: 5
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.