Antiasmáticos e broncodilatadores avaliados pela FDA

Organismo emite restrições e recomendações

22 dezembro 2008
  |  Partilhar:

A FDA Food and Drug Administration (FDA)- a entidade norte-americana que regula a comercialização de fármacos e alimentos -publicou no seu site oficial uma série de recomendações e restrições a alguns fármacos de efeito prolongado para a asma.

 

A agência recomenda que o Foradil (fumarato de formoterol) e o Serevent (xinafoato de salmeterol ) deixassem de ser prescritos. Todavia, os mesmos peritos sustentam que os benefícios do Advair (propionato de fluticasona) e do Symbicort (budesonida e fumarato de formoterol dihidratado ) compensam claramente os riscos.

 

De acordo com a nota da FDA, os fármacos em questão contêm uma substância que provoca um relaxamento muscular e que, por isso, pode mascarar os sintomas susceptíveis de desencadear ataques de asma, facto que pode pôr em perigo a vida do paciente. Contudo, adianta a nota, o Advair e o Symbicort também contêm um segundo ingrediente que reduz a inflamação no interior das vias respiratórias e pode ajudar os pacientes a evitar esses problemas respiratórios.

 

A FDA apelou a um painel anormalmente amplo de 27 conselheiros externos, composto por médicos e investigadores. De acordo com a nota da FDA, o Advair e Symbicort podem continuar a ser usados por todos os pacientes, incluindo crianças.

 

A votação a favor da utilização do Advair foi de 27-0 e do Symbicort de 26-0. Quanto ao Foradil, nove votaram "sim" e 18 disseram "não", com o "não" a significar que os riscos eram maiores de que os benefícios. Para o Serevent a votação foi de 10-17.
 

 

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.