Antiácidos aumentam risco de fracturas

Estudo realizado no Kaiser Permanent Center for Health

11 junho 2009
  |  Partilhar:

A utilização vulgar de antiácidos, denominados “inibidores de bomba de protões” e “antagonistas da histamina-2”, alivia a acidez do estômago mas também parece aumentar o risco de fracturas da anca e do fémur, sugere um estudo apresentado no encontro anual “Digestive Disease Week” em Chicago.

 

Os investigadores do Kaiser Permanent Center for Health analisaram os dados de 33.752 indivíduos que utilizavam antiácidos e 130.471 que não os utilizavam e verificaram que os indivíduos que tinham fracturas na anca tinham uma probabilidade 30% maior de estarem a tomar inibidores da bomba de protões há mais de dois anos. Por outro lado, a toma de antagonistas da histamina-2 estava associada a um risco 18% maior de sofrer de fractura na anca.

 

O estudo revelou também que os indivíduos que tomavam menos de um comprimido de anti-ácidos por dia tinham um risco 12% maior de sofrerem uma fractura, enquanto a toma de um comprimido por dia aumentava em 30% esse risco. No caso dos indivíduos que tomavam mais do que um comprimido por dia, o risco aumentava para 41%.

 

De acordo com o estudo, os indivíduos com idades compreendidas entre os 50 e 59 anos e que tomassem estes medicamentos há dois ou mais anos eram os que tinham um risco maior de sofrer de fracturas. No entanto, o maior número de fracturas ocorria nos indivíduos com idades entre os 80 e os 89 anos.

 

Apesar de ainda não estar perfeitamente estabelecida a relação entre dois factos, o autor do estudo, Douglas A. Corley, refere que, de acordo com os resultados de um estudo anterior, esta relação pode ser explicada pelo facto de os inibidores da bomba de protões reduzirem a capacidade da absorção do cálcio, necessária para a formação do osso, em cerca de 60%.

 

Em declarações ao sítio Healthday, Douglas A. Corley sugere que “as pessoas só deverão tomar estes medicamentos por uma indicação definida e devem também utilizar a dose mínima eficaz”.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.
 

 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.