Anti-retroviral previne até 43% infecção por HIV

Estudo publicado na revista “New England Journal of Medicine”

26 novembro 2010
  |  Partilhar:

Dados do primeiro estudo global sobre a eficácia de um método preventivo do HIV (vírus causador da sida) denominado por "profilaxia pré-exposição oral” ou PrEP (siglas em Inglês) mostram uma redução de 43,8% de novas infecções entre homens que tomaram um comprimido diário do anti-retroviral destinado a prevenir o HIV, em comparação com aqueles que tomaram um placebo. Os resultados do estudo, chamado iPrEx, foram publicados na edição online da revista “New England Journal of Medicine”.

 

O estudo iPrEx avaliou a segurança e a eficácia do fármaco anti-retroviral TDF / FTC, com o nome comercial de Truvada, tomado uma vez ao dia para prevenir o HIV em homens homossexuais que não tinham o vírus, mulheres transexuais e homens que praticam sexo com outros homens.

 

O ensaio clínico, realizado entre 2007 e 2009, envolveu 2.499 homens do Peru, Equador, Brasil, África do Sul, Tailândia e EUA. Metade deles foram aleatoriamente escolhidos para receber o tratamento e a outra metade recebeu um placebo. Uma análise inicial dos resultados inclui os participantes que foram acompanhados até Maio de 2010.

 

Cada participante foi submetido a testes de HIV nas visitas mensais e recebeu aconselhamento antes e depois do teste. Além disso, essas pessoas passaram por análises regulares para despiste de doenças sexualmente transmissíveis e receberam preservativos. No final do ensaio registou-se 36 casos de infecções nos participantes que receberam o fármaco e 64 nos que receberam placebo. Os investigadores calcularam que o uso de anti-retroviral reduziu as novas infecções pelo HIV em 43,8% do total, em comparação com o grupo que recebeu placebo.

 

Contudo, a equipa de estudo verificou que cerca de metade dos homens do estudo não tomou a medicação diariamente. “Não ficou claro por que isso aconteceu, mas certamente sugere que é necessário o uso de meios alternativos ao anti-retroviral para prevenir a infecção pelo HIV em homens. O principal meio de transmissão do vírus entre homens homossexuais e homens que praticam sexo com outros homens é através de relações sexuais anais desprotegidas. Se desenvolvermos um anti-retroviral, em gel ou lubrificante, a ser aplicado por via rectal - um microbicida rectal - poderá ser mais bem recebido por alguns indivíduos que não gostam de tomar comprimidos ", explicou, em comunicado de imprensa, Jim Pickett, director da AIDS Foundation of Chicago e presidente da International Rectal Microbicide Advocates (IRMA).

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Classificações: 1 Média: 5
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.