Anti-retrovirais beneficiaram mais de quatro milhões de indivíduos seropositivos

Relatório da Organização Mundial de Saúde

06 outubro 2009
  |  Partilhar:

Os tratamentos com anti-retrovirais beneficiaram mais de quatro milhões de indivíduos seropositivos, no final de 2008, revela um relatório da Organização Mundial de Saúde (OMS) ao qual a agência Lusa teve acesso.

 

O relatório, denominado “Rumo a um acesso universal: alargar as intervenções prioritárias ligadas ao VIH/sida no sector da saúde”, anunciou que, num ano, houve um aumento de 36% no número de tratamentos. Foram também referidos no relatório da OMS, do Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) e do Programa Comum das Nações Unidas para o VIH/sida (ONUSIDA) outros progressos, nomeadamente a extensão do aconselhamento e da despistagem e um melhor acesso aos serviços de prevenção da transmissão do vírus de mãe para filho.

 

O estudo também revelou que, nos países com rendimento fraco ou intermédio, 42% dos 9,5 milhões de pessoas que tinham necessidade de tratamento tiveram acesso a ele em 2008, contra 33% em 2007. A África subsaariana, a qual tem dois terços das infecções por VIH, foi onde se verificaram maiores progressos.

 

As crianças também beneficiaram de programas pediátricos de tratamento anti-retroviral: o número de crianças com menos de 15 anos que têm recebido este tratamento passou de cerca de 198 mil em 2007 para 275.700 em 2008, um aumento de 38%.

 

No entanto, a directora-geral da OMS, Margaret Chan, alerta para o facto de existirem ainda cerca de cinco milhões de pessoas que estão infectadas com VIH e que ainda não têm acesso a tratamentos e cuidados que poderiam melhorar a sua esperança de vida.

 

“Muitas pessoas não têm acesso ao serviço de prevenção do qual têm necessidade. Os governos e os parceiros internacionais devem agir mais rapidamente para chegar ao acesso universal ao tratamento”, refere Margaret Chan.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.