Anti-inflamatórios podem reduzir efeitos de antidepressivos

Estudo publicado na revista da Academia Nacional das Ciências Americana

28 abril 2011
  |  Partilhar:

Os anti-inflamatórios reduzem a eficácia dos antidepressivos mais prescritos, segundo um estudo publicado na revista da Academia Nacional das Ciências Americana. 

 

Segundo uma notícia publicada pela agência Lusa, que cita os autores da investigação, “estes resultados considerados ‘surpreendentes’ e podem justificar a razão de tantas pessoas tratadas com antidepressivos à base da substância activa fluoxetina não responderem ao tratamento, indicam os autores da investigação.

 

Estudos realizados com ratinhos mostram que os tratamentos simultâneos com antidepressivos e anti-inflamtórios tornavam os animais significativamente menos receptivos ao tratamento contra a depressão e ansiedade, em comparação com os medicados apenas com antidepressivos.

 

Paul Greengard e Jennifer Warner-Schmidt, do Centro de Investigação Fisher contra a doença de Alzheimer, da Universidade Rockefeller e co-autores deste trabalho, notaram que a eficácia da toma de apenas antidepressivos é de 54%. Quando esses medicamentos são tomados juntamente com anti-inflamatórios, a taxa de sucesso cai para cerca de 40 por cento.

 

"Os resultados desta pesquisa podem ter implicações importantes para o tratamento da depressão, dadas as altas taxas de resistência a estes fármacos", referiu Jennifer Warner-Schmidt, citado pela agência Lusa.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.