Anti-inflamatórios não-esteróides reduzem Cancro da Mama em cerca de 20%

Estudo publicado no “International Journal of Clinical Practice”

31 março 2008
  |  Partilhar:

Um estudo britânico, publicado no “International Journal of Clinical Practice”, refere que os anti-inflamatórios podem reduzir a incidência de Cancro da Mama até 20%.
 

 

Especialistas do Guy''s Hospital, no Reino Unido, analisaram 21 estudos realizados durante 27 anos, os quais envolveram mais de 37 mil mulheres.
 

Estudos prévios sugeriram que os anti-inflamatórios não-esteróides (AINEs) usados tradicionalmente como analgésicos sem prescrição médica, podem proteger contra doenças cardiovasculares.
 

 

Os cientistas ressaltam, contudo, que são necessários mais estudos para determinar o melhor tipo de fármaco a ser usado, dose, duração do uso e se os benefícios produzidos ao se ingerir regularmente anti-inflamatórios do grupo AINE compensam os efeitos secundários, especialmente em mulheres que já têm a disposição a desenvolver Cancro da Mama.
 

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.