Anti-hipertensores mais eficazes se tomados à noite

Estudo publicado no “Chronobiology International”

13 outubro 2010
  |  Partilhar:

Tomar os fármacos anti-hipertensores (para o controlo da tensão arterial) à noite, em vez de manhã, funciona melhor, refere um estudo espanhol que adverte os pacientes para não trocarem a hora da medicação sem consultarem um médico. O estudo foi publicado no “Chronobiology International”.

 

Nas pessoas saudáveis, a tensão arterial baixa entre 10 e 20% durante a noite. Mas se isso não acontecer, o risco de doença cardiovascular é mais elevado. ʺOs níveis de tensão arterial registados durante o sono baixam melhor quando a medicação é tomada à noiteʺ, explicou Ramon Hermida, director dos laboratórios de Biotecnologia e Cronobiologia da Universidade de Vigo, em Espanha. Esta conclusão sugere que a forma como a hipertensão é diagnosticada e tratada deve ser repensada, defendem os investigadores.

 

Após mais de cinco anos de acompanhamento, os 2.156 homens e mulheres (com uma média de 56 anos de idade) que tomaram pelo menos um dos seus medicamentos para a pressão arterial durante a noite pareceram ter benefícios significativos. Desse total, 62% controlaram a pressão arterial durante o período de 24 horas, em comparação com 53% daqueles que tomaram todos os seus comprimidos de manhã.

 

Aqueles que, por rotina, tomaram pelo menos um dos fármacos para a pressão arterial durante a noite sofreram apenas um terço dos eventos cardiovasculares – incluindo acidente vascular cerebral, angina e enfarte agudo do miocárdio – quando comparados com o grupo que tomou a medicação pela manhã.

 

Segundo os cientistas, as pessoas que mais beneficiam da medicação tomada à noite incluem aquelas cuja pressão alta ocorre como consequência de outra doença, tal como a síndrome metabólica, diabetes tipo 2, apneia do sono ou outros distúrbios do sono, insuficiência cardíaca ou doença renal. No entanto, os investigadores alertam quem toma a medicação de manhã para não começar a tomá-la à noite sem o conhecimento do médico, dado que existe o risco de hipotensão nocturna [pressão arterial anormalmente baixa], que pode aumentar o risco de AVC.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.