Angipoplastia sofre uma revolução

Intervenção coronária utiliza stents bioabsorvíveis

14 dezembro 2009
  |  Partilhar:

Nos próximos dois anos, a intervenção para o desentupimento de artérias vai sofrer "uma autêntica revolução", com a entrada no mercado de um novo dispositivo capaz de ser absorvido pelo organismo, revelou à agência Lusa o chefe do Serviço de Cardiologia do Hospital de S. João no Porto.

 

São os chamados “stents bioabsorvíveis”, que já foram testados em humanos e deverão começar a ser comercializados dentro de dois anos", disse João Carlos Silva.

 

Ao contrário do que acontece actualmente, em que os stents metálicos (pequenas próteses) colocados no decorrer de uma angioplastia coronária "ficam para a vida", o novo stent, construído em material absorvível, "dissolve-se ao fim de nove meses a um ano".

 

Uma angioplastia é um procedimento médico que dilata a artéria coronária estreitada ou obstruída, devido à acumulação de "placas" (colesterol ou outras substâncias gordas), permitindo o retorno do fluxo normal de sangue. Quando a artéria está entupida, o coração não recebe oxigénio e sangue suficientes, o que provoca dor torácica. Se a artéria ficar completamente bloqueada, geralmente por um coágulo sanguíneo, o oxigénio não consegue chegar ao coração, o que pode resultar num enfarte do miocárdio ou em lesões para o tecido cardíaco.

 

Na opinião de João Carlos Silva, o novo mecanismo representa "um grande avanço" porque cumpre a sua função com um menor riscos para o doente.

 

"É um grande marco em termos de intervenção coronária, depois da angioplastia com balão, do stent e, mais recentemente, do stent farmacológico", considerou o especialista, referindo que no Hospital de S. João são realizadas anualmente cerca de 730 angioplastias coronárias.

 

As novas opções de tratamento e os diagnósticos feitos mais precocemente estão a ajudar a diminuir a taxa de mortalidade devido a doença arterial coronária (DAC).

 

Os potenciais tratamentos incluem alterações do estilo de vida, medicamentos e procedimentos médicos. Nestes estão incluídas a cirurgia de bypass da artéria coronária e a angioplastia, menos invasiva do que a cirurgia e que pode ser feita com ou sem a inserção de um stent.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.
 

 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.