Anestésicos cutâneos podem conduzir à morte

Alerta da FDA

08 fevereiro 2007
  |  Partilhar:

 

As autoridades da área de saúde dos EUA alertaram esta semana para o facto de alguns cremes usados para anestesiar a pele em operações de cirurgia estética poderem ser fatais para os pacientes.
 

 

No site institucional, a Food and Drug Administration (FDA) anunciou ter confirmado pelo menos dois casos; o de uma mulher de 22 anos e outra de 25, que utilizaram os cremes nas pernas para reduzir a dor da depilação e que morreram posteriormente.
 

 

As mulheres aplicaram os cremes tendo, em seguida, envolvido as pernas em plástico. As duas sofreram um Enfarte do Miocárdio, entraram em coma e morreram devido aos efeitos tóxicos dos anestésicos, segundo relata a FDA.
 

Os cremes utilizados continham uma alta quantidade de lidocaína e tetracaína. O órgão regulador do Governo norte-americano informou que também recebeu relatórios de outros efeitos secundários severamente graves provocados pelo uso dos cremes, tais como batimento cardíaco irregular, enfarte do miocárdio, coma e paragens respiratórias.
 

 

"Isto ocorreu em crianças e adultos, com o fármaco a ser utilizado em condições aprovadas ou não", diz a nota.
 

 

A FDA alertou ainda para o facto de alguém que tenha a intenção de envolver a pele após o uso destes cremes para que se aconselhe antecipadamente com o seu médico. "É necessário conversar com o médico sobre a possibilidade de empregar outra forma de reduzir a dor durante o procedimento de estética", acrescentou a FDA.
 

 

MNI- Médicos Na Internet
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.