Ananás contém agente anti-canceroso

Talo central estimula sistema imunitário

07 julho 2005
  |  Partilhar:

 

 

Cientistas australianos anunciaram a descoberta de um poderoso agente anti-canceroso nas moléculas do ananás, o que poderá levar à criação de um novo medicamento contra a doença.
 

 

O trabalho dos investigadores incidiu em duas moléculas de bromelaína, um derivado resultante do esmagamento do talo central do ananás e que é utilizado para tornar a carne mais tenra, clarear a cerveja ou tingir o couro.
 

 

Uma das moléculas, CCZ, estimula o sistema imunitário do corpo humano a destruir as células cancerosas, e a outra, CCS, bloqueia uma proteína, a RAS, que é debilitante em 30 por cento de todos os tipos de cancro.
 

 

O objectivo da equipa do Instituto de Investigação Médica de Queensland, dirigida por Tracey Mynott, era descobrir por que razão aquela substância extraída do ananás tinha aqueles efeitos em materiais biológicos. «Quando procurávamos esses componentes, encontrámos as proteínas CCS e CCZ e descobrimos que podiam bloquear o crescimento de uma série de tumores, entre os quais os da mama, pulmões, cólon e ovários, e o melanoma», afirmou a responsável pela investigação.
 

 

Embora não estejam previstos para já ensaios clínicos, Tracey Mynott considerou «imenso» o potencial dos trabalhos. «A maneira como as moléculas CCS e CCZ actuam é diferente de todos os medicamentos actualmente usados», declarou.
 

 

Foi iniciado um estudo de dois anos sobre a segurança deste tratamento e os meios de garantir uma fonte segura de abastecimento em moléculas. Se for concludente, o Instituto procurará um parceiro comercial com vista à realização de ensaios clínicos em pessoas.
 

 

Fonte: Lusa
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.