AMI pretende abrir residência social em São Miguel

Obra estará concluída em Dezembro

26 janeiro 2007
  |  Partilhar:

 

A Assistência Médica Internacional (AMI) pretende abrir em Dezembro de 2007 uma residência em Ponta Delgada para acolher doentes que se desloquem de outras ilhas para tratamento em São Miguel, anunciou a responsável da delegação.
 

 

Fernanda Mendes adiantou que o projecto de adaptação do edifício, adquirido pela instituição, já foi aprovado no final do ano pela autarquia de Ponta Delgada, encontrando-se agora na fase de elaboração na especialidade. "Vamos fazer tudo para abrir a residência social em Dezembro, o que seria um presente de Natal", sublinhou Fernanda Mendes, responsável da AMI na maior ilha açoriana, que destacou a mais-valia do novo espaço no apoio às pessoas mais carenciadas.
 

 

Esta residência destina-se principalmente às pessoas "mais vulneráveis" do ponto de vista económico e que se desloquem à maior ilha açoriana para exames ou consultas médicas, explicou Fernanda Mendes.
 

 

A responsável da delegação disse ainda que os utentes da residência serão indicados pelos serviços sociais dos três hospitais dos Açores e centros de saúde, que dispõem da "história social do doente ou família".
 

 

Criada há dois anos, a delegação de São Miguel não tinha um espaço próprio, realizando as reuniões em locais cedidos. Nos Açores, a AMI dispõe de delegações em Ponta Delgada (São Miguel) e Angra do Heroísmo (Terceira).
 

 

Fonte: Lusa
 

MNI- Médicos Na Internet
 

 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.