Americana com morte cerebral dá à luz nos EUA
03 agosto 2005
  |  Partilhar:

 

 

 

Uma mulher grávida, com morte cerebral, mantida ligada às máquinas durante três meses para garantir ao bebé hipótese de sobreviver, deu esta terça-feira à luz uma menina. A criança nasceu prematura, no Arlington Hospital, no Estado de Virgínia, Estados Unidos, após cerca de sete meses de gestação, e está em observação na UTI neonatal.
 

 

 

O bebé nasceu por cesariana, o limite considerado mínimo pelos médicos para a sua sobrevivência, pesando 812 gramas e medindo 34,3 centímetros. O hospital revelou que depois do parto foram desligadas as máquinas.
 

 

MNI- Médicos Na Internet
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar