Amamentar reduz risco de Enfarte do Miocárdio

Estudo publicado na “New Scientist”

19 fevereiro 2007
  |  Partilhar:

 

As mulheres que amamentam os seus filhos correm menos riscos de vir a sofrer de Enfarte do Miocárdio, revelou um estudo publicado na revista britânica “New Scientist”.
 

 

Segundo a autora do estudo, Alison Steube, da Harvard Medical School, nos EUA, durante a gravidez, a mulher armazena mais gordura e aumenta o nível de ácidos gordos que circulam no sangue.
 

 

Ao alimentar o bebé com o leite materno, "as mães podem converter essas reservas de energia em nutrientes para os seus filhos", acrescentou, realçando que "amamentar não só é bom para os filhos (aumentando as defesas do sistema imunitário), como também para as mulheres".
 

 

A investigadora recomenda um período de amamentação entre três meses a um ano, depois do parto.
 

 

O estudo foi apresentado num congresso em São Francisco e realizado junto de 96.648 enfermeiras que deram à luz entre 1986 e 2002. Esta diferença entre mães que amamentaram e as que não o fizeram manteve-se à margem de outros factores de risco, tais como o historial médico familiar, a dieta e o exercício.
 

 

Fontes: Lusa e Imprensa Internacional
 

MNI- Médicos Na Internet

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.