Alternativa ao transplante de coração

Cientistas transformaram células de medula óssea em músculo de coração

20 junho 2001
  |  Partilhar:

Esta poderá ser uma verdadeira alternativa aos transplantes de coração. Cientistas de Singapura afirmaram ter transformado células de medula óssea em músculo do coração. A notícia foi apresentada, esta semana, na imprensa médica internacional e divulgada pela CNN.
 

 

O cirurgião cardiotoráxico, Reida El Oakley, e dois investigadores do Hospital da Universidade Nacional usaram células de medula óssea humana e modificaram-nas geneticamente de modo a que adquirissem características especiais de uma célula de coração.
 

 

No ano passado, as células modificadas foram implantadas em ratos, e segundo Oakley, os testes clínicos em pacientes deverão ser iniciados em 2002.
 

 

”O músculo do coração tem um sistema de comunicações entre as células muito sofisticado”, explicou o cientista.
 

 

Os actuais métodos de tratamento para as doenças cardíacas incluem medicamentos de toma prolongada, aparelhos de suporte temporário, como bombas artificiais, e transplantes de coração.
 

 

O transplante é, no entanto, uma situação enfrentada por poucos doentes. Isto porque, menos de 10 por cento das pessoas que necessitam efectuar um transplante encontram doadores compatíveis.
 

 

Duas investigações recentes, em Paris e Los Angels, conseguiram implantar com sucesso células-núcleo do músculo de esqueleto em corações humanos, no sentido de ajudarem a renovação dos músculos lesionados. Esta é, no entanto, uma “proeza” difícil, já que essas células são difíceis de extrair e podem levam vários dias para se desenvolver em laboratório, acrescentou o cirurgião.
 

 

As doenças cardíacas podem muito bem ser catalogadas como um “epidemia” em ascensão. Estimativas da Organização Mundial de Saúde(OMS) apontam um cenário pouco positivo para o ano de 2020. Os problemas de coração poderão matar cerca de 21 milhões de pessoas.
 

 

Adaptado por: Paula Pedro Martins
 

 

MNI - Médicos Na Internet
 

 

Fonte: CNN
 

 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.