Alterações na área da saúde em Portugal

Serviços de urgência vão mudar em Janeiro e alguns fecham

14 dezembro 2005
  |  Partilhar:

 

A divisão das unidades de saúde em três níveis de cuidados e o encerramento das urgências de alguns centros de saúde e hospitais integram uma reforma que o Governo inicia em Janeiro, segundo noticiou na semana passada o Diário de Notícias (DN).
 

 

De acordo com o jornal, "o ministério da Saúde vai criar uma nova rede, com três níveis de serviços diferenciados: as urgências polivalentes (para os casos mais graves e complexos), as médico- cirúrgicas (de nível intermédio) e as urgências básicas".
 

 

Aos centros de saúde ficarão reservados os serviços básicos, o nível menos especializado, mas estes só poderão funcionar em unidades onde existam meios complementares de diagnóstico e terapêutica essenciais, para evitar que os doentes sejam depois reenviados para outras unidades hospitalares equipadas, como hoje acontece. Cada uma destas unidades é ainda obrigada a ter pelo menos dois médicos e dois enfermeiros de serviço, segundo o DN.
 

 

A distribuição dos doentes por estes três níveis e pelas unidades mais próximas será feita por um Call Center, um novo serviço central de aconselhamento e encaminhamento de doentes que arrancará previsivelmente em Julho de 2006.
 

 

Fontes: Diário de Notícias e Lusa
 

MNI-Médicos Na Internet
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.