Alerta para administração de norfloxacina e confirmada inexistência de risco oncológico com nelfinavir

Avisos publicados no site do INFARMED

31 julho 2008
  |  Partilhar:

O INFARMED (Autoridade Nacional do Medicamento) alertou para a utilização da norfloxacina (antibiótico pertencente ao grupo das fluoroquinolonas) para administração oral nas infecções urinárias (pielonefrite complicada).
 

 

Em nota publicada no site do INFARMED, o instituto refere que a Agência Europeia de Medicamentos (EMEA) recomendou a restrição da utilização dos medicamentos que contêm norfloxacina para administração oral no tratamento de infecções urinárias.
 

 

O Comité de Medicamentos para Uso Humano da EMEA concluiu que a autorização da utilização dos medicamentos que contêm norfloxacina para administração oral no tratamento de pielonefrite (infecção renal) complicada, aguda ou crónica, deverá ser retirada, uma vez que os riscos são superiores aos benefícios. Esta recomendação é também baseada no facto da eficácia não ter sido demonstrada adequadamente neste tipo de infecções.
 

 

Em relação ao anti-retroviral nelfinavir contaminado com mesilato de etilo, o INFARMED revela ainda que os estudos avaliados pela EMEA indicam não haver um aumento do risco de desenvolvimento de cancro em doentes que o tomaram.
 

 

Em Junho de 2007, por recomendação da EMEA, a Comissão Europeia suspendeu a autorização de introdução no mercado do nelfinavir devido à contaminação de alguns lotes do medicamento com níveis elevados de mesilato de etilo, uma substância genotóxica conhecida, que pode ser nociva para o ADN (o material genético das células).
 

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.