Alergia ao látex atinge, pelo menos, oito pc da população

Estudo norte-americano lança alerta

13 outubro 2002
  |  Partilhar:

Cerca de oito por cento da população em geral pode ser sensível ao látex. Isso significa que essas pessoas correm um risco maior de sofrer reacções alérgicas durante um possível tratamento médico, segundo os resultados de uma análise feita com pacientes atendidos num pronto-socorro norte-americano.
 

 

O látex é encontrado em dezenas de milhares de produtos - entre os quais os preservativos, balões de gás, solas de sapatos, roupas íntimas, brinquedos de borracha e chupetas. Mas também em muitos equipamentos médicos - por exemplo, luvas descartáveis, tubos intravenosos, seringas e estetoscópios – que contêm o material.
 

 

De acordo com os especialistas, o primeiro sinal de alergia ao látex geralmente é o aparecimento de erupções cutâneas que aparecem entre 12 e 36 horas após o contacto com a substância. Prurido, vermelhidão, edema, espirros, dificuldade respiratória e tosse também podem ocorrer.
 

 

«Há poucos estudos científicos sobre a prevalência da alergia ao látex na população em geral», informou a equipa da Universidade Estadual Wayne, EUA. «Em 1987, estimava-se que menos de um por cento da população fosse alérgica ao látex. Os dados mais recentes, porém, mostraram um aumento na sensibilidade à substância», acrescentaram os autores do trabalho.
 

 

Para avaliar os índices actuais da alergia ao látex, a equipa testou a presença de anticorpos específicos em amostras de sangue de 1.027 pacientes atendidos em prontos-socorros por razões diversas, mas não-relacionadas à alergia.
 

 

Do total analisado, 84 pessoas, ou seja 8,2 por cento, apresentaram resultado positivo, e 20 « foram classificadas como tendo resultados intensamente positivos». Embora possam ter esses anticorpos e não apresentar reacção ao látex, as pessoas correm um risco maior de ter hipersensibilidade após o contacto com produtos médicos. As reacções de hipersensibilidade podem variar de uma urticária leve à anafilaxia, reacção violenta potencialmente fatal.
 

 

Os resultados mostraram ainda que os voluntários com alergia a um dos dez alérgenos inalados mais comuns - como o pólen ou os ácaros da poeira - têm uma tendência 7,4 vezes maior de também ser sensíveis ao látex.
 

 

Por tudo isto, a equipa médica lança um alerta: « A alergia ao látex pode ser um problema de saúde pública mais grave que se possa pensar. Os resultados sugerem que os médicos das unidades de urgência atenderão um número cada vez maior de pacientes sensíveis à substância».
 

 

Traduzido e adaptado por:
 

Paula Pedro Martins
 

MNI-Médicos Na Internet
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.