Alentejo recebe prémio da Organização Mundial de Saúde

Programa de Intervenção Precoce na Infância

23 maio 2010
  |  Partilhar:

O Programa de Intervenção Precoce na Infância no Alentejo, que apoia cerca de 2.400 crianças com deficiência ou problemas de desenvolvimento e respectivas famílias, recebeu na semana passada, em Genebra, um prémio da Organização Mundial de Saúde (OMS).

 

A Rede de Intervenção Precoce do Alentejo foi criada no âmbito do Programa Nacional de Intervenção Precoce, fruto de uma parceria entre os ministérios da Saúde, da Educação e da Segurança Social.

 

O programa envolve cerca de 300 técnicos, distribuídos por um total de 42 equipas que se deslocam ao terreno, apoiadas por 38 viaturas, e prestam cuidados em várias áreas: saúde, educação, psicologia ou assistência social.

 

Esta rede permite referenciar, logo na maternidade ou antes do nascimento, uma criança com deficiência ou problemas de desenvolvimento, garantindo-lhe, tal como à família, apoio especializado e atempado.

 

Os hospitais, centros de saúde, creches e escolas são entidades que integram, igualmente, a rede, que permite apoiar a criança sem a "desenraizar" do contexto onde está inserida.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.