Alemanha lança Campanha pela Segurança dos Doentes

Médicos confessam erros clínicos para abrir debate público

11 março 2008
  |  Partilhar:

Vários médicos e enfermeiros alemães confessaram em público erros cometidos no exercício das suas profissões, na abertura de uma Campanha pela Segurança dos Doentes que arrancou na Alemanha.
 

 

Numa acção sem precedentes destinada a criar um clima de maior abertura no debate sobre erros clínicos, o presidente da Campanha pela Segurança dos Doentes, Matthias Schrappe, revelou a ocorrência de cerca de uma centena por ano de erros graves cometidos por médicos na Alemanha. "Ignorar não é o caminho", alertou o especialista em conferência de imprensa.
 

 

O número de casos descritos por 17 médicos e enfermeiros vão do reconhecimento tardio de tumores malignos a operações ao joelho errado. A maioria dos erros foram cometidos quando ainda tinham pouca experiência ou estavam a trabalhar sob stress e falta de tempo, relataram também os médicos e enfermeiros.
 

 

Alguns dos erros deram lugar a indemnizações, mas em outros casos os próprios pacientes renunciaram a recorrer aos tribunais. Os problemas mais frequentes não relacionados com o seu estado de saúde com que os pacientes se deparam nos hospitais alemães são as 500 mil infecções por ano contraídas durante tratamentos ou internamentos, seguidas pelos erros na prescrição de medicamentos.
 

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.