Alemanha adopta legislação para culturas de OGM

Lei estabelece condições muito estritas

29 junho 2004
  |  Partilhar:

A Alemanha é um dos primeiros países da União Europeia (UE) a adoptar uma lei que estabelece condições muito estritas para a cultura de organismos geneticamente modificados (OGM).A lei alemã, aprovada na passada sexta-feira, baseia-se na protecção dos consumidores e dos agricultores que permanecem fiéis aos métodos e culturas tradicionais. Segundo a ministra da Agricultura alemã, Renate Kuenats, «a lei é um sucesso, garantindo aos agricultores um quadro legal e de planificação». Também Christophe Then, da organização não governamental Greenpeace, afirma que «é uma lei muito favorável ao consumidor, pois previne todas as possibilidades de propagação incontrolada da cultura de OGM». No geral, a nova lei prevê que os agricultores que cultivem OGM sejam responsabilizados pela contaminação de culturas convencionais por parte de plantas transgénicas e deverão assumir as consequências para o ambiente de uma eventual propagação de pólens a superfícies não cultivadas. Fonte: Diário Digital

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar