Álcool no trabalho

Consumo excessivo responsável por 1/4 dos acidentes laborais

16 dezembro 2003
  |  Partilhar:

A representante da Agência Europeia para a Segurança e Saúde no Trabalho afirmou esta semana, em Matosinhos, que o consumo excessivo de álcool é responsável por cerca de um quarto dos acidentes de trabalho em Portugal.
 

Manuela Calado, que falava num seminário sobre «Alcoolismo em meio laboral», salientou que, apesar de não existirem dados exactos sobre o número de acidentes laborais causados pelo consumo excessivo de álcool, os vários estudos já realizados apontam para uma influência significativa, em particular no sector da construção civil, onde o índice de sinistralidade é elevado.
 

O objectivo do seminário é contribuir para uma maior reflexão e consciencialização sobre os perigos inerentes à ingestão de álcool e outras drogas no trabalho, que são apontados como causas de muitos acidentes laborais, na área da construção em particular e no mundo do trabalho em geral.
 

Na abertura do encontro, o presidente do IDICT, João Veiga e Moura, afirmou que o próximo ano irá «marcar a viragem na sinistralidade laboral em Portugal», referindo-se, nomeadamente, à aposta na formação de técnicos de higiene e segurança.
 

Referiu que Portugal é o segundo maior consumidor de álcool na União Europeia e que esse consumo «atinge efeitos preocupantes, apesar de não existirem estudos muito profundos sobre a temática».
 

Fonte: Lusa
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.