Álcool em moderação pode diminuir risco de diabetes

Estudo publicado na revista “Diabetologia”

02 agosto 2017
  |  Partilhar:
“Alcohol drinking patterns and risk of diabetes: a cohort study of 70,551 men and women from the general Danish population”, Charlotte HolstUlrik BeckerMarit E. JørgensenMorten GrønbækJanne S. Tolstrup; Diabetologia; doi:10.1007/s00125-017-4359-3
 
Um estudo recente determinou que o consumo de bebidas alcoólicas em três a quatro vezes por semana poderá fazer reduzir substancialmente o risco de desenvolvimento de diabetes.
 
O estudo conduzido pela Universidade do Sul da Dinamarca, em Copenhague, pretendia avaliar a associação entre padrões de consumo de álcool e a incidência da diabetes na população dinamarquesa, e apurou que o efeito é especialmente pronunciado com o consumo de vinho.
 
Para o estudo, a equipa contou com dados de 28.704 homens e 41.847 mulheres que tinham integrado a Sondagem da Análise da Saúde Dinamarquesa de 2007-2008. Os participantes não tinham diabetes no início do estudo e responderam a questões sobre o estilo de vida e saúde, tendo fornecido informação detalhada sobre os hábitos de consumo de bebidas alcoólicas.
 
Os homens e mulheres foram seguidos durante uma média de 4,9 anos. Durante o período de monitorização foi verificado que 859 homens e 887 mulheres tinham desenvolvido diabetes.
 
Os investigadores dividiram os participantes segundo vários fatores de consumo de bebidas alcoólicas: participantes que nunca tinham consumido e não consumiam atualmente álcool, os que consumiam menos de uma vez por semana, uma a duas vezes por semana, três a quatro vezes por semana e cinco a sete vezes por semana.
 
Relativamente ao consumo excessivo ocasional de álcool (o chamado “binge drinking”), definido como o consumo de cinco bebidas de uma vez só, os participantes foram divididos em três categorias: consumo excessivo nenhuma vez, menos de uma vez por semana e mais do que uma vez por semana. Foram ainda categorizados os tipos de bebidas alcoólicas. 
 
Os investigadores apuraram que em termos de consumo semanal, os participantes que consumiam quantidades moderadas de bebidas alcoólicas apresentavam o menor risco de desenvolverem diabetes (14 bebidas para os homens e nove para as mulheres).
 
Relativamente aos padrões de consumo, a equipa apurou que os participantes que consumiam álcool três a quatro vezes por semana apresentavam o menor risco de desenvolvimento de diabetes, com 27% menos de risco para os homens e 32% para as mulheres, em comparação com os que apenas bebiam álcool menos de uma vez por semana.
 
Relativamente ao consumo exagerado ocasional, não foi encontrada uma associação conclusiva com o risco de diabetes. 
 
O consumo moderado a elevado de vinho, foi associado a um menor risco de se desenvolver diabetes, como já tinha anteriormente sido demonstrado em estudos. Isto foi atribuído aos polifenóis presentes no vinho tinto, que se pensa ajudarem a controlar o açúcar no sangue. 
 
ALERT Life Sciences Computing, S.A.
Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.