Ainda há hospitais sem ligação à Internet

Dados do Instituto Nacional de Estatística

25 janeiro 2007
  |  Partilhar:

Segundo um inquérito do Instituto Nacional de Estatística (INE), 97% dos hospitais públicos e privados estão ligados à Internet e um pouco mais de metade tem informatizada a gestão das listas de espera para cirurgia. Em Junho de 2006, a quase totalidade dos hospitais portugueses estava ligada à Internet por banda larga, mas apenas 58% tinham uma página electrónica e 22,8% usavam a Internet para praticar telediagnóstico, teleconsultas ou enviar credenciais, lê-se no inquérito sobre a utilização de tecnologias nos hospitais. Apesar de 24% das unidades hospitalares terem computadores para serem utilizados pelos doentes internados, apenas 17% lhes permitem acesso à Internet. Os hospitais do Serviço Nacional de Saúde (SNS) são aqueles que registam um maior número de actividades clínicas informatizadas. O inquérito revela que a maioria (82%) dos hospitais públicos tem informatizadas as consultas externas (na privada este valor não chega aos 60%), 77,4% dos serviços de internamento (contra 75% na privada) e 62% das urgências (contra 22%). Apesar disso, ainda são raras as unidades de saúde que têm os processos dos seus doentes informatizados: 40% no público e 20% no privado. Fontes: Lusa e INE MNI- Médicos Na Internet

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.