Água em Espanha mata 600 pessoas por ano
06 setembro 2001
  |  Partilhar:

A água das torneiras espanholas contém resíduos cancerígenos que causam anualmente cerca de 600 mortes, segundo os resultados de um estudo do Conselho Superior de Investigações Científicas (CSIC) divulgados ontem pelo jornal "La Vanguardia".
 

 

De acordo com as conclusões deste estudo, em que também participou o Instituto Municipal de Investigação Médica de Barcelona, a substância cancerígena é gerada nas estações de tratamento da água quando entram em contacto o cloro e os resíduos orgânicos que as águas contaminadas dos rios arrastam.
 

 

Os cientistas sublinham que o risco, que se traduz em cancro da bexiga, é mínimo face ao provocado pelo tabaco ou pela contaminação ambiental.
 

 

A normativa europeia que entrará em vigor no ano 2003 obriga a reduzir os compostos cancerígenos da água que estão fixados em 100 microgramas de THM por litro de água.
 

 

Fonte: Lusa
 

 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.