Agência Europeia dos Medicamentos (EMEA) considera Nimesulida segura e eficaz

Doentes que sofrem de uma ampla variedade de patologias inflamatórias e dolorosas com solução à vista

07 agosto 2003
  |  Partilhar:

 

A Agência Europeia dos Medicamentos (EMEA), determinou que a nimesulida, um anti-inflamatório não-esteróide (AINE), é segura e eficaz em doentes que sofrem de uma ampla variedade de patologias inflamatórias e dolorosas.
 

Esta opinião positiva resulta de 16 meses de avaliações conduzidas pela EMEA sobre a segurança da nimesulida.
 

 

Após análise aprofundada da relação risco/benefício da nimesulida, a EMEA e a Helsinn Healthcare, que desenvolveu e licenciou o fármaco (em Portugal às companhias Aventis, Angelini Farmacêutica e Wyeth Lederle), acordaram um novo Resumo das Características do Medicamento, que harmonizará toda a informação clínica sobre o medicamento nos países da União Europeia onde está comercializado.
 

 

“A nimesulida é um anti-inflamatório não esteroide seguro e eficaz. A opinião do CPMP reconhece claramente a segurança da nimesulida, após rever todas as provas e dados científicos disponíveis sobre o medicamento’’, afirmou o Professor Kim Raisford , doutorado em Ciências Biomédicas e Director do Centro de Investigação Biomédica da Universidade de Sheffield Hallam, Grã Bretanha. Nicholas Moore, Professor de Farmacologia Clínica, Universidade Victor Segalen, Bordéus, França, acrescentou que “O novo Resumo das Características do Medicamento vai ser harmonizado de acordo com as directivas internacionais mais recentes, que sugerem a utilização de AINE’s no tratamento sintomático e alívio de estadios agudos de osteoartrose.
 

 

A nimesulida foi aprovada na Europa em 1985 e, desde então, mais de 346 milhões de pessoas foram tratadas em segurança com este fármaco.
 

 

“A ocorrência de reacções hepáticas com nimesulida é semelhante à de qualquer outro AINE, como foi confirmado por um importante estudo publicado no British Medical Journal no início de Julho’’ afirmou também a Dra Giuliana Villa, directora médica da Helsinn Healthcare.
 

 

‘’Acresce ainda o facto de a Nimesulida apresentar uma baixa incidência de reacções adversas gastrointestinais ou renais quando comparada com os anti-inflamatórios tradicionais e com os coxibes e estamos satisfeitos por continuar a ser considerada um tratamento de 1ª linha nos doentes que necessitam de uma rápida acção anti-inflamatória e analgésica “, completou a Dra Giuliana Villa.
 

 

Sobre a nimesulida
 

A nimesulida é um dos anti-inflamatórios não esteroides mais prescritos em todo o mundo. As suas propriedades analgésicas e antipiréticas bem como o seu modo específico de acção diferenciam-no de todos os outros anti-inflamatórios. Trata-se de um derivado da sulfonanilida não inserido no grupo dos AINE’s convencionais (que apresentam geralmente um grupo funcional carboxilo ou hidroxilo); o efeito terapêutico da nimesulida resulta do seu modo de acção multifactorial que incide sobre mediadores-chave do processo inflamatório, inibindo selectivamente a cicloxigenase, enzima responsável pela síntese das prostaglandinas.
 

 

A nimesulida é um fármaco de prescrição médica e está disponível em comprimidos, granulado, gel e supositórios. Existem em Portugal três marcas de nimesulida original: Nimed, Aulin e Donulide.
 

 

Para mais informações, por favor, visite o site Nimesulide

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.