África terá mais de 100 milhões de crianças trabalhadoras em 2005
26 abril 2001
  |  Partilhar:

Em 2005 poderá haver mais de 100 milhões de crianças a trabalhar em África, um continente onde o tráfico de menores é comum, apontou a Organização Mundial do Trabalho numa Cimeira em Dakar, Senegal, organizada pela cruz Vermelha.
 

 

Esta previsão representa uma preocupação para os responsáveis da CICV, que prevêem propor na declaração final várias "recomendações e acções concretas" para erradicar, ou pelo menos minimizar o tráfico de crianças e a exploração infantil, motivados principalmente pela pobreza do continente.
 

 

O secretário-geral da Cruz Vermelha do Benim, Gabriel Achade, apresentou o recente caso do navio nigeriano “Etireno” como "típico" no seu país, onde por cerca de 2 500 escudos os pais "entregam" os filhos a desconhecidos sob promessa de que as crianças receberão melhor educação noutros países.
 

 

Os menores são depois vendidos como escravos por cerca de 50 contos a empresários de países do Golfo da Guiné, para realizarem trabalhos de adultos em campos agrícolas em troca de um salário miserável, na melhor das hipóteses.
 

 

As meninas são vendidas por valor mais elevado, ajudam nos trabalhos domésticos e na maioria são vítimas de abusos sexuais ou forçadas a trabalhar na prostituição.
 

 

Fonte: Lusa

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.