Adesivos eficazes para deixar de fumar

Método deve ser acompanhado por terapia

16 junho 2005
  |  Partilhar:

 

 

Facilitar o acesso a adesivos de nicotina pode ser uma forma de aumentar as taxas de sucesso entre os fumadores que pretendem deixar de fumar, segundo um estudo publicado na revista médica The Lancet, citado pela Reuters.
 

 

Investigadores do Departamento de Higiene e Saúde Mental de Nova Iorque, Estados Unidos, lançaram um programa em larga escala de distribuição gratuita de adesivos de substituição de nicotina a cerca de 34 mil pessoas que se candidataram a participar. Tentou-se que tivesse algum acompanhamento. Deste grupo, 1300 indivíduos foram aleatoriamente seleccionados para um acompanhamento ao longo de seis meses depois de receberem os adesivos. E 33 em cada cem deixaram de consumir tabaco, refere o artigo.
 

 

As taxas de sucesso foram menores quando os utilizadores se limitaram a usar os adesivos, sem acompanhamento.
 

 

Os estudos mostram que os fumadores morrem, em média, dez anos mais cedo do que os não fumadores. Mas deixar de consumir tabaco, mesmo que seja só aos 50 anos de idade, diminui o risco. O tabaco é a principal causa de cancro nos pulmões e potencia doenças cardiovasculares e outros tipos de cancro.
 

 

Fonte: Público
 

 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar