Açúcar adicionado a antibióticos pode ajudar no tratamento de infecções crónicas

Estudo publicado na revista “Nature”

16 maio 2011
  |  Partilhar:

Num estudo publicado na revista “Nature”, cientistas norte-americanos referem ter descoberto que um composto simples - o açúcar –aumenta drasticamente a eficácia dos antibióticos de primeira linha.

 

James Collins, líder da equipa de investigadores, teve uma motivação pessoal para realizar esta pesquisa. A sua mãe de 71 anos, Eileen Collins, foi internada várias vezes nos últimos anos, com crises recorrentes de uma infecção grave. Os médicos trataram-na com múltiplos antibióticos intravenosos e, mesmo assim, a infecção não foi debelada. Foi o sofrimento da mãe que acrescentou urgência à pesquisa.

 

Collins, um dos fundadores da área conhecida como “biologia sintética”, é professor de engenharia biomédica na Universidade de Boston, investigador do Instituto Médico Howard Hughes e membro do Instituto Wyss de Engenharia Biológica na Universidade de Harvard.

 

As infecções crónicas e de repetição são normalmente causadas por bactérias "persistentes" - uma pequena subpopulação de bactérias que consegue sobreviver aos antibióticos, entrando num modo de hibernação ao desligar temporariamente o seu metabolismo. Como resultado, os pacientes parecem estar totalmente recuperados, mas ao longo de semanas ou meses, a infecção regressa, muitas vezes mais forte e mais agressiva. A persistência bacteriana é um dos principais obstáculos ao sucesso no tratamento das doenças infecciosas.

 

De acordo com o cientista, em comunicado enviado à imprensa, o açúcar adicionado ao antibiótico “estimula” as bactérias a despertarem para o seu estado activo, tornando-as novamente vulneráveis à medicação. Usando essa estratégia na bactéria E. coli, uma causa comum de infecções do tracto urinário, a equipa foi capaz de eliminar 99,9% das bactérias persistentes em apenas duas horas - em comparação com o tratamento  sem açúcar que não produziu qualquer efeito. A abordagem foi igualmente eficaz a eliminar as bactérias Staphylococcus aureus, que podem conduzir à morte.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.