Acordar sempre antes das 06:00 horas pode levar a problemas de saúde

Avisos da Neurologista Teresa Paiva

15 dezembro 2006
  |  Partilhar:

Uma especialista em Medicina do Sono defendeu que se deve acordar depois das seis da manhã, considerando que quem acorda muito cedo tem mais probabilidade em ter um acidente de viação ou várias doenças. "O problema não é só o número de horas que se dorme, mas também as horas a que se acorda", disse Teresa Paiva, neurologista e especialista em Medicina do Sono, defendendo que "as pessoas não devem acordar antes das seis da manhã", “fora do dia solar”. A especialista referiu ter realizado um estudo com camionistas, que mostrava que aqueles que acordavam antes das seis da manhã tinham "muito mais sonolência diurna e mais problemas de sono" e salientou que a sonolência aumenta o risco de acidentes de viação. Os picos dos acidentes nas estradas ocorrem durante a madrugada, por volta das 04:00, quando há "um mínimo de visibilidade e maior pretensão para fazer erros". E relembra os muitos casos de acidentes com jovens que acontecem de madrugada. Em termos de saúde, diz a especialista, correm vários riscos, como insónias, consumo de hipnóticos, doenças (Obesidade, Hipertensão e Diabetes). A neurologista recomendou uma sesta às pessoas que trabalham por turnos: Quando se acorda muito cedo deve-se dormir no final do almoço; no caso do turno nocturno, a sesta deve acontecer antes do início do trabalho. Teresa Paiva desaconselhou ainda o uso do despertador: "Se as pessoas necessitam de um despertador é porque acordam cansadas e não estão a dormir o que precisam", considerou, acrescentando que isso não aconteceria "se as pessoas dormissem normalmente e se tivessem horários compatíveis.” Fonte: Lusa MNI-Médicos Na Internet

Partilhar:
Classificações: 1 Média: 5
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.