Ácidos gordos ómega-3 e 6 melhoraram capacidade de leitura das crianças

Estudo publicado no “Journal of Child Psychology and Psychiatry”

19 setembro 2016
  |  Partilhar:
A toma de suplementos de ácidos gordos ómega-3 e 6 pode melhorar a capacidade de leitura das crianças em idade escolar. O estudo publicado no “Journal of Child Psychology and Psychiatry” sugere que a toma destes ácidos pode ajudar particularmente as crianças com défices de atenção.
 
Para o estudo, os investigadores da Universidade de Gotemburgo, na Suécia, contaram com a participação de 154 crianças que frequentavam o terceiro ano de escolaridade e tinham entre nove e dez anos. As crianças realizaram um teste de computador que mediu a capacidade de leitura sob várias formas, incluindo rapidez da leitura, a capacidade de ler palavras sem sentido e vocabulário. 
 
As crianças foram divididas aleatoriamente em dois grupos. Um dos grupos tomou cápsulas de ácidos gordos ómega-3 e 6 e o outro grupo tomou um placebo ao longo de três meses. Tanto as crianças, como os pais, bem como os investigadores não sabiam a que grupos é que as crianças estavam alocadas. Após três meses, todas as crianças tomaram cápsulas de ácidos gordos ómega-3 e 6.
 
O estudo apurou que mesmo após três meses, a adição de ácidos gordos melhorou a capacidade de leitura das crianças, comparativamente com aquelas que receberam o placebo. Isto foi particularmente evidente na capacidade de ler e pronunciar em voz alta palavras sem sentido e na capacidade de ler um conjunto de letras rapidamente.
 
Apesar de nenhuma criança com perturbação da hiperatividade com défice de atenção ter sido incluída no estudo, algumas tinham problemas de atenção ligeiros. Para estas crianças a toma deste tipo de ácidos foi ainda mais relevante, tendo-se observado melhorias em vários testes, incluindo a rapidez de leitura. 
 
Mats Johnson, um dos autores do estudo, refere que a dieta moderna contém níveis relativamente baixos de ácidos gordos ómega-3, o que se acredita que tenha um efeito negativo na aprendizagem, literacia e atenção das crianças. 
 
As membranas celulares no cérebro são maioritariamente constituídas por gorduras polinsaturadas. De facto, vários estudos têm indicado que os ácidos gordos são importantes para a transmissão de sinais entre as células nervosas, bem como para a regulação dos sistemas de sinalização no cérebro. 
 
“O nosso estudo sugere que as crianças podem beneficiar de suplementos alimentares com uma fórmula especial”, conclui o investigador.
 
ALERT Life Sciences Computing, S.A. 
Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.