Ácidos gordos do cérebro podem ser solução para Obesidade

Estudo publicado na revista “Nature Neuroscience”

19 março 2008
  |  Partilhar:

O aumento dos níveis de ácidos gordos no hipotálamo pode ser um caminho para o tratamento da Obesidade, aponta um estudo publicado na revista “Nature Neuroscience”.
 

 

Investigadores do Albert Einstein College of Medicine, em Nova Iorque, nos EUA, conseguiram reduzir os níveis de ácidos no hipotálamo de ratinhos, conduzindo a um maior apetite e, posterior, aumento de peso nos roedores. A obesidade manteve-se durante, pelo menos, quatro meses.
 

 

O estudo focou-se na "malonyl CoA", uma enzima envolvida na biossíntese dos ácidos gordos e consequentemente na regulação do consumo de alimentos pelo hipotálamo.
 

 

Segundo o director do Centro de Pesquisa do Diabetes do Colégio Médico, Luciano Rossetti, ficou demonstrado “que a modificação dos níveis de “malonyl CoA” nessa região do cérebro altera o mecanismo pelo qual o hipotálamo controla o peso normal".
 

 

"Determinar uma forma de ajustar os níveis da “malonyl CoA” no hipotálamo humano pode levar a tratamentos que não só tratarão a Obesidade, mas também ajudarão a prevenir a Diabetes e outras consequências do excesso de peso", concluiu.
 

 

O hipotálamo é o principal regulador cerebral das hormonas e nutrientes, especialmente a glicose, e regula o consumo de energia e o metabolismo.
 

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.