Ácido úrico elevado associado a hipertensão pediátrica

Estudo publicado na revista “American Journal of Hypertension”

21 março 2017
  |  Partilhar:
Um novo estudo demonstrou que os níveis de ácido úrico elevados em crianças muito pequenas provocaram tensão arterial mais alta aos 3 anos de idade.
 
O estudo conduzido pelo Departamento de Medicina Preventiva da Universidade das Mulheres Ewha, em Seoul, Coreia do Sul, baseou-se na investigação do efeito dos níveis de ácido úrico sérico durante a infância sobre a monitorização da tensão arterial, bem como na análise da tensão arterial segundo alterações nos níveis de ácido úrico sérico nas fases iniciais da vida.
 
Os investigadores mediram os níveis de ácido úrico em 449 crianças em Seoul e realizaram pelo menos dois exames de seguimento entre 2001 e 2006. A coorte foi composta por mães que tinham tido consultas hospitalares durante as 24 e 28 semanas de gravidez. O primeiro exame de seguimento foi efetuado quando as crianças tinham 3 anos de idade, entre novembro de 2005 e julho de 2010.
 
Foram recolhidos dados ao longo de três ciclos de consultas, aos 3, 5 e 7 anos de idade, tendo sido medidos os níveis de ácido úrico sérico, tensão arterial e características antropométricas. 
 
Foi observado que níveis de base do ácido úrico sérico medidos aos 3 anos de idade, afetaram a pressão arterial subsequente de forma significativa, na análise longitudinal dos dados ajustados ao sexo e Índice de Massa Corporal. 
 
Tendo em conta a alteração do padrão de ácido úrico sérico ao longo do tempo, as crianças que apresentavam níveis elevados de ácido úrico aos 3 e 5 anos de idade, tinham os níveis mais elevados de tensão arterial sistólica aos 7 anos de idade.
 
A prevalência de hipertensão pediátrica tem vindo a aumentar, sendo que as crianças e adolescentes com hipertensão arterial apresentam um problema de saúde importante. A hipertensão durante a infância pode refletir-se em hipertensão também na idade adulta.
 
Estes achados sugerem que é importante manter níveis de ácido úrico sérico adequados desde as fases iniciais da vida. Uma monitorização e intervenção adequadas nos níveis de ácido úrico podem reduzir potencialmente o risco de hipertensão no futuro.
 
ALERT Life Sciences Computing, S.A. 
Partilhar:
Classificações: 1 Média: 5
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Image CAPTCHA
Enter the characters shown in the image.