Ácido hialurónico pode dificultar interpretação das mamografias

Alerta do INFARMED

15 novembro 2011
  |  Partilhar:

O INFARMED, a autoridade que regula o sector do medicamento, alertou na semana passada que a aplicação de um produto usado para dar volume em partes do corpo, como a mama, pode dificultar a interpretação de mamografias devido a nódulos resultantes desta administração.

 

Em causa está o gel injectável à base de ácido hialurónico, usado em Portugal há cerca de três anos para fins estéticos, nomeadamente o melhoramento do volume e contorno da superfície corporal.Além da administração em zonas corporais como nádegas, lábios, rosto, entre outros, o produto também é aplicado na mama.

 

Mas por se tratar de um produto que é absorvido pelo organismo – uma vez que simula uma substância que é produzida pelo corpo humano (o ácido hialurónico, que compõe a maior parte do corpo vítreo) – é necessária a repetição da sua aplicação.

 

Esta reaplicação revela-se “um gesto invasivo e traumático, susceptível de causar inflamação local” (nódulos), segundo nota do INFARMED, citada pela agência Lusa.

 

“A presença deste tipo de nódulos poderá dificultar a interpretação do exame radiográfico do tecido mamário (mamografia)”, alerta uma nota deste organismo do Ministério da Saúde.

 

Perante esta situação, a autoridade que regula o medicamento elaborou um conjunto de “precauções especiais”, nomeadamente “a realização de um exame mamário completo prévio à administração deste tipo de produtos e um seguimento anual igualmente rigoroso”.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.