Ácido fólico no final da gravidez associado a asma na criança

Estudo publicado no “American Journal of Epidemiology”

15 janeiro 2010
  |  Partilhar:

Os filhos de mulheres que tomaram ácido fólico no final da gravidez correm um maior risco de desenvolverem asma, revela um estudo publicado no “American Journal of Epidemiology”.

 

No entanto, o estudo não colocou em causa o uso do suplemento no início da gravidez, dado que está cientificamente comprovado que ele reduz o risco de malformações congénitas.

 

Uma equipa da University of Adelaide, na Austrália, liderada por Michael Davies, analisou a taxa de asma em mais de 400 crianças cujas mães tinham sido acompanhadas durante a gravidez. Pouco menos de 12% das crianças desenvolveram asma aos três anos e a mesma percentagem apresentou a doença aos cinco anos.

 

Os autores verificaram que os filhos das mulheres que tomaram ácido fólico no final da gravidez (a partir da 30.ª semana) eram quatro vezes mais propensos a apresentarem asma aos três anos do que as crianças cujas mães não tomaram ácido fólico nesta fase da gravidez.

 

Estas crianças eram também mais propensas a apresentarem sintomas de asma persistente entre os três e os cinco anos.
 

A maioria destas mulheres tinha tomado, diariamente, 300 mg de ácido fólico no final da gravidez.

 

Não foi encontrada uma relação entre o consumo de folato, a forma natural do ácido fólico presente em vários alimentos, como a laranja e os brócolos, e um maior risco asma nos filhos.

 

Apesar da possibilidade de existência de uma relação entre o consumo de ácido fólico e a asma na criança, os cientistas desconhecem a causa desta relação nos humanos. No entanto, estudos realizados com animais já tinham sugerido que o folato alteraria a actividade dos genes reguladores do sistema imunitário no tecido pulmonar, tornando-o mais susceptível a reacções alérgicas.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.