Ácido acetilsalicílico relacionado com microhemorragias cerebrais

Estudo da Universidade Erasmus

20 abril 2009
  |  Partilhar:

Um estudo holandês alerta para o facto de o ácido acetilsalicílico poder causar microhemorragias cerebrais, visíveis em imagens de ressonância magnética. O estudo será publicado nos "Archives of Neurology".

 

O estudo foi liderado por Meike Vernooij do Centro Médico da Universidade Erasmus, em Roterdão, Holanda. No trabalho foram analisados 1.062 indivíduos, com uma média etária de 69 anos, submetidos a exames cerebrais de ressonância magnética durante um ano, de 2005 a 2006.

 

Do total de indivíduos estudados, 362 tomavam fármacos para a coagulação e, desses, 245 tomavam ácido acetilsalicílico ou carbasalato de cálcio.

 

Os resultados mostraram que a probabilidade de um paciente que tomava ácido acetilsalicílico ou carbasalato de cálcio apresentar microhemorragias cerebrais era maior do que a registada nos indivíduos que não tomavam esses fármacos. E o risco aumentava se as doses consumidas eram mais elevadas.

 

No artigo, os investigadores salientam que a descoberta desta relação poderá, no futuro, ajudar os médicos a determinar que tipo de fármaco anticoagulante será melhor para cada paciente.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Classificações: 1 Média: 5
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.