Acidentes por uso de andarilhos levam duas crianças por dia aos hospitais portugueses

Estudo da Associação para a Segurança Infantil

10 outubro 2007
  |  Partilhar:

 

O uso de andarilhos leva todos os dias aos hospitais portugueses pelo menos duas crianças, de acordo com a estimativa de um estudo apresentado no 8º Congresso de Pediatria, que decorreu recentemente em Vilamoura, Algarve.
 

 

O estudo, realizado em 2005, consistiu em inquéritos a 1.427 Pediatras, praticamente todos os existentes no País, com questões sobre o tratamento de crianças acidentadas com andarilhos, explicou a Pediatra Elsa Rocha, da Associação para a Segurança Infantil (APSI), que apresentou os resultados ao congresso.
 

 

"Dos 215 que responderam, 22% já tinham assistido bebés vítimas de andarilhos, mas esses 48 Pediatras assistiram um total de 122 casos num ano", enfatizou Elsa Rocha, extrapolando que "se todos os Pediatras tivessem respondido, teríamos cerca de 800 casos". Todos os casos clínicos reportaram Traumatismos Cranianos.
 

 

O estudo, promovido pela APSI e pela Unidade de Vigilância Pediátrica, reforça as conclusões de um outro estudo, do Observatório Nacional de Saúde, que aponta para cerca de 650 casos de acidentes com andarilhos por ano atendidos nos hospitais portugueses.
 

 

Fonte: Lusa
 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.