Acidentes na estrada em alta

Falta de cinto e falar ao telemóvel são algumas das falhas perigosas

11 setembro 2003
  |  Partilhar:

Foi o pior mês do ano e o pior Agosto desde 2000 no que diz respeito a acidentes rodoviários. Nas estradas e ruas do território continental e nos Açores e Madeira morreram 148 pessoas e mais de seis mil ficaram feridas, 549 das quais com gravidade. O acentuar da gravidade verifica-se na análise comparativa das vítimas do mesmo mês de 2002: houve agora mais 12 mortos e três centenas de feridos, 79 deles em estado grave.
 

 

Em relação ao uso de cintos de segurança e a não utilização dos telemóveis também não existem muitas alterações de comportamento. Durante o mês de Agosto, a fiscalização selectiva, exercida pela PSP e pela GNR, demonstrou com clara evidência que os comportamentos de risco continuam enraizados nos hábitos dos portugueses.
 

 

Só a Brigada de Trânsito da GNR encontrou e multou mais de cinco mil pessoas que não usavam cinto de segurança quando viajavam nas estradas do eixo rodoviário principal. Isto apesar de, simultaneamente durante todo o mês de Agosto, vários spots radiofónicos tentarem sensibilizar os condutores para a necessidade de usarem o cinto e cadeirinhas especiais de protecção para as crianças.
 

 

Quanto ao uso de telemóveis, as patrulhas da BT viram 1370 condutores com o telemóvel ou auricular no ouvido. Recorde-se que apenas os sistemas alta-voz são permitidos.
 

 

Nos outros parâmetros da actividade operacional da BT, nas principais estradas do Continente, merecem destaque os quase 13 mil autuados por excesso de velocidade, três mil por conduzirem alcoolizados _ 900 dos quais foram detidos, tal como as duas centenas de condutores sem habilitação legal. Quanto a manobras perigosas, a BT presenciou em Agosto mais de 12 mil infracções graves e 1300 muito graves.
 

 

Fonte: Diário de Notícias
 

 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.