Acha-se muito gorda ou muito magro?

Percepção do próprio peso é diferente para os homens e para as mulheres

19 dezembro 2001
  |  Partilhar:

A percepção que uma mulher tem do seu peso é muito diferente da de um homem. Uma mulher com peso normal vê-se mais gorda enquanto que um homem de peso normal se vê mais magro do que realmente é. Esta é a conclusão de um estudo realizado por investigadores canadianos, publicado na revista Psychology of Men & Masculinity.
 

 

Parece evidente o impacto que o modo como cada um vê o seu próprio corpo tem na sua auto-estima e felicidade. Esse impacto é diferente para os homens e para as mulheres, uma vez que as pressões sociais são diferentes para os dois sexos.
 

 

De uma forma global a feminilidade exige um corpo delicado e magro enquanto que a masculinidade requer um corpo grande e forte e, assim, a sociedade (principalmente a ocidental) pressiona as mulheres a serem magras e os homens a serem mais fortes.
 

 

Donald McCreary e Stanley Sadava, da Brock University, analisaram a forma como a percepção do peso corporal influencia o nível de felicidade sentida por homens e mulheres. Estes investigadores acreditam que as influências sociais têm um peso muito elevado nessa percepção e, consequentemente, na felicidade das pessoas. Essas influências chegam às pessoas através dos meios audiovisuais, que transmitem modelos estereotipados muito mais magros do que a média, no caso das mulheres, e maiores do que o normal, no caso dos homens.
 

 

Enquanto que as mulheres com peso normal consideram ser gordas, os homens com peso em excesso já se consideram atraentes. Por outro lado, as mulheres com peso baixo para a sua estatura já se consideram mais atraentes e, até mesmo, mais saudáveis do que as de peso normal.
 

 

McCreary e Sadava consideram que a percepção equivocada do próprio peso pode ser muito prejudicial tanto para os homens como para as mulheres uma vez que tem implicações directas na autoestima de cada um.
 

 

Por um lado, as mulheres que se julgam gordas podem fazer as chamadas «dietas loucas» e desenvolver distúrbios alimentares graves como a anorexia e a bulimia. Já os homens com peso em excesso, por se considerarem magros e saudáveis, podem não se aperceber da necessidade de emagrecerem por motivos de saúde.
 

 

Joaquina Pereira
 

MNI - Médicos Na Internet
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.