Abuso psicológico pode ser tão prejudicial quanto o físico

Estudo publicado na revista “Pediatrics”

02 agosto 2012
  |  Partilhar:

O abuso psicológico pode causar tantos danos nas crianças quanto os físicos, sugere um estudo publicado na revista “Pediatrics”.
 

O abuso psicológico inclui atos depreciativos, aterrorizadores, de exploração, de falta de resposta emocional, ou de corrupção de uma criança até ao ponto de a colocar em risco, explicou uma das autoras do estudo, Harriet MacMillan da Michael McMaster University School of Medicine G. DeGroote e do Offord Centre for Child Studies, no Canadá.
 

"Estamos a falar de extremos e da probabilidade de dano, ou risco de dano, decorrente dos comportamentos que fazem a criança sentir-se inútil, desprezada ou indesejada", revelou a investigadora.
 

Um pai levantar a voz em tom estridente, depois de pedir a uma criança pela oitava vez para calçar as suas sapatilhas, não é abuso psicológico. “Contudo, gritar com uma criança todos os dias e passar a mensagem de que esta é uma pessoa terrível, e que o pai lamenta tê-la trazido a este mundo, é um exemplo de uma forma de interação muito prejudicial”, acrescenta Harriet MacMillan.
 

O abuso psicológico foi descrito há mais de 25 anos, mas não tem sido reconhecido e relatado convenientemente, podendo os seus efeitos "ser tão prejudiciais quanto outros tipos de maus-tratos.".
 

O estudo refere que como os maus tratos psicológicos interferem com o desenvolvimento da criança, estes têm estado associados a distúrbios de afetividade, problemas de desenvolvimento, de educação e de socialização, bem como a comportamentos disruptivos.
 

A investigadora dá conta que “os efeitos dos maus tratos psicológicos durante os primeiros três anos de vida podem ser particularmente profundos”.
 

Desta forma, os pediatras necessitam de estar atentos para a possibilidade de ocorrência de abuso psicológico. A colaboração entre pediatras, psiquiatras e profissionais dos serviços de proteção infantil é essencial para ajudar as crianças que se encontram sob risco.
 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.
 

Partilhar:
Classificações: 2Média: 5
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.