Abertura de 20 a 25 novas USF previstas para 2015

Anúncio do ministro da Saúde

29 maio 2015
  |  Partilhar:

Um relatório da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE) sugeriu que Portugal apostasse nas unidades de saúde familiar (USF), para que toda a população tenha o mesmo tipo de qualidade de tratamento ao nível dos cuidados de saúde primários.


O ministro Paulo Macedo admitiu, em comunicado à agência Lusa, que há “ uma assimetria em termos de resultados” no que respeita aos cuidados de saúde primários (USF ou tradicionais centros de saúde) e comprometeu-se a “continuar um esforço de abertura de USF”.


Nesse sentido, está prevista a abertura de 20 a 25 novas unidades de saúde familiar (USF) para este ano, anunciou o ministro da Saúde.


Das 38 candidaturas existentes, o ministro explicou que algumas das candidaturas estão ainda pendentes do recrutamento de pessoal, de obras ou da conclusão de especialidades por parte dos médicos.


Sobre o documento da OCDE, Paulo Macedo mostra-se satisfeito com a avaliação “extremamente positiva” sobretudo tendo em conta o período de restrições orçamentais e crise financeira que atravessamos.


Em relação às falhas apontadas, a OCDE sugeriu a Portugal uma “reflexão estratégica” na área dos cuidados de saúde primários, sobretudo no que respeita ao equilíbrio entre os tradicionais centros de saúde e as unidades de saúde familiar, de forma a garantir que a “os cuidados de elevada qualidade são acessíveis a toda a população portuguesa”.


O relatório apontou também um desequilíbrio entre o número de enfermeiros e de médicos, bem como propôs o alargamento das funções dos enfermeiros e a plena adoção do papel do enfermeiro de família.


ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.